Antes de tudo, se você não conferiu a parte 1 desse post, clica AQUI, que tem muita dica boa.
Nessa segunda parte vou falar e dar dicas dos pontos turísticos imperdíveis que visitei em Buenos Aires e, claro, restaurantes e outras cositas, mas que acho que vocês não podem perder.

Em primeiríssimo lugar no ranking eu coloco o Museu MALBA (Museu de Arte Latino Americana de Buenos Aires), óbvio pra quem curte esse tipo de passeio. O lugar além de muito bonito, é super organizado e conta com uma cafeteria anexa. As obras são incríveis, me emocionei muito com o quadro da Tarsila do Amaral e Frida Kahlo #soudessas, nem sei dizer quantas horas passei lá dentro. Alem disso tem Portinari, Di Cavalcanti e muitos outros grandes artistas e o museu conta com uma agenda de exposições não fixas, você pode saber qual é a exposição do momento entrando no site. Compramos o ingresso na hora, por cerca de 50 pesos cada. E eu, simplesmente, amei!

malbaa

Outro lugar muito amor para visitar é Jardim Japonês… Vá, de preferência, em um dia com o tempo aberto. É um pedacinho do Japão, na Argentina. Você se esquece em alguns momentos onde realmente está. Cascatas, muitas flores, rio com carpas gigantescas (sério, muito gigantescas), flora típica do Japão, cada cantinho uma surpresa. Eu acho que fiz um book no Jardim Japonês de taaaanta foto que pedi pro Rapha tirar – hahaha. É muito lindo! Ah, e atrás dele há um restaurante de comida (advinha?) japonesa, muito bonito e grande, mas não fomos. Para entrada no Jardim pagamos cerca de 20 pesos cada, tem banheiros bem limpinhos, lanchonete e loja de souvenirs. Não deixe de ir e se apaixonar.

jd-japnes

Puerto Madero é cartão postal, não dá pra não ir, pelo menos uma vez. Tem ótimos restaurantes por todo o entorno. Também tem outros não tão bons assim, a dica é sempre olhar a avaliação do pessoal no site do tripAdvisor. Tome um vinho, caminhe pela ponte Delamujer no fim da tarde. E se tiver tempo vá, andando mesmo, até o cassino ali perto.

O Casino é super moderno e fica em um navio. Aham. Como é proibido cassinos em terras argentinas fizeram, malandramente, em águas argentinas.
Separe uns pesinhos para perder naquelas máquinas sensacionais, é divertido. Lá não é permito fotos, então não tenho como mostrar para vocês o cassino por dentro, mas é um luxo, são vários andares, escadas rolantes, dá pra se perder…

Eu poderia falar da clássica casa rosada e do obelisco que ficam no Centro. Mas, sinceramente, não vi nada de mais. Então, prefiro falar da Rua Florida, também no Centro e também muito famosa entre os turistas. Vou citar os motivos: grande extensão de lojas, desde Zara e Nike até lojinhas de souvenirs, ótima para comprar casacos de frio, melhor preço de câmbio para troca, um Q de Europa, e é lá onde fica o shopping mais lindo que eu já vi: o Galerias Pacífico, onde tem lojas de grandes marcas como Channel, Lancôme e Swarovski, por exemplo. E esse shopping ainda conta com um espaço de teatro e exposições de arte. Fui duas vezes por motivos de: adorei!

shoo

 

Um outro passeio imperdível é sair do porto ao Uruguai, mas esse vai ter um post separado. Então vamos falar de uma outra coisa muito boa agora: COMIDA.

Da série “Você não pode deixar passar batido”, vou falar primeiro do velho prato que o brasileiro mais espera pra comer em terras argentinas: a carne. Mais especificamente do bife de Chorizo. Calma, não é chouriço. Chouriço é uma coisa e bife de chorizo é outra. Quando estamos falando do bife de chorizo, estamos falando de um corte nobre da carne do boi, portanto nada mais é que uma carne muito mais saborosa e suculenta do que o comum. E os argentinos a fazem maravilhosamente bem. Nós fomos em um restaurante, mais de uma vez, indicado por um amigo. E olha, que delícia!

Então, a primeira parada que indico é o restaurante El Estabolo, no Centro. É de chorar.
Na sua visita à Palermo Soho vá ao restaurante/bar Gonzalez e prove suas empanadas maravilhosas, peça uma cerveja Quilmes para acompanhar e, se curtir pimenta, peça uma empanada picante, mas esteja preparado com sua Quilmes a postos – hahaha. O restaurante também é super bonito com uma decoração bem descolada.
Ainda em Palermo Soho você precisa conhecer a considerada melhor hamburgueria de Buenos Aires, inspirada diretamente de uma hamburgueria homônima em New York, a Burger Joint Argentina bomba demais. O local vive cheio, cheio mesmo, mas a comida sai rápido e respeita a ordem. Meu amor, vou deixar a foto do hamburgão falar por si, nunca comi nada igual. Fomos 3x.
Ainda sobre a parte salgada da coisa, um dos melhores italianos que eu já fui. Fomos 2x, o lugar é lindo, a comida magnifica e vinhos maravilhosos. Não é econômico, mas é inesquecível. La Parollacia fica em Palermo Chico. Comemoramos o aniversário do Rapha lá e que noite maravilhosa, o lugar é sensacional em todos os sentidos.

comidas

Na ordem: El Estabolo, Gonzalez e Burgerjoint (não registrei o prato da La Parollacia :'(  #vacilo )

Agora vamos para o lado doce da vida. Eu sou do tipo de pessoa que quando gosta de uma comida, liga o repeat e só fica naquilo. Certo, isso não é muito inteligente principalmente em uma viagem onde se pode experimentar tanta coisa. Mas eu só faço isso em casos de “Boa pra C%$#@ˆ&”. Entenderam, né?! Então aqui vai:

Mediulunas na melhor padaria, a Boûlana.                                                                                                     Doce de leite argentino La Serenisima Estilo Colonial , encontra no mercado.
Alfojares da Milka, meu amor, os da Havanna ficam no chinelo. Os da Milka sabor Oreo foram enviados pelos anjos do Senhor. #deverdade Acha em qualquer Kiosco.
Sorvete freddo sabor doce de letche la tentación, só digo uma coisa: surreal!
Na verdade, digo duas coisas: você vai engordar, mas vai ser feliz pra caramba.

doces

Agora falando brevemente sobre vinhos, a Argentina é especialista em vinhos malbecs. E o que cerveja significa para os brasileiros, vinho significa para os argentinos. Então, você encontra vinhos incríveis no supermercado mesmo, em uma parte bem grande, diga-se de passagem, só para eles. Eu trouxe uma mala só de vinhos – Alô Santana – porque aqui no Brasil são muito caros. Então vou indicar malbecs bons e com ótimos preços que eu gostei muito.

Alamos

Norton D.O.C.

Salentein Reserve

vinhooo

E essas foram minhas principais dicas para você só dar tiro certo na sua trip.

Curtiram? Espero ter ajudado.
Beijos

Mila Madeira

Ariana, 25, Rio de Janeiro e Volta Redonda. Apaixonada por moda, beleza e tudo que deixa a vida mais bonita e leve. Não acredita no impossível. Criou o Camarim Luxo com muito carinho para compartilhar um pouco do seu mundo. Porque luxo mesmo é ser feliz!

2 comentários

  • Ana Mastrochirico 02/02/2017 on 00:27 Reply

    Nossa quero mto conhecer a Argentina, pra esse ano ela ja está na lista de viagens junto com o Uruguay! <3

    Sou a Ana da garimpomag.com.br e vim la do grupo Bloguices, beijo e sucesso Mila

    • Mila Madeira Ana Mastrochirico 14/02/2017 on 17:41 Reply

      opa Bloguices por aqui <3
      Ana vai siiiim! Vai amar!!